top of page
Home: Blog2
  • Foto do escritorRita Cardoso

Dinoparque da Lourinhã

Atualizado: 13 de abr. de 2021

(English below)


O já mítico Dinoparque, localizado na Lourinhã, já estava há muito prometido ao mais novo da família, o meu querido sobrinho de 7 anos. Visto ele adorar dinossauros e o programa que o parque prometia, finalmente a aguardada visita aconteceu num fim-de-semana de setembro. Não estava assim taaaanta gente, mas mesmo assim, preferia ter ido num dia de semana, para andarmos mais à vontade e o pequeno poder correr ainda mais.



No Dinoparque podem ver-se mais de 180 dinossauros à escala real e está dividido em 7 espaços. Começa com uma área de exposição inicial de fósseis e dos dinossauros encontrados em Portugal, entre os quais o Lourinhasaurus e o Miragaia, 4 áreas representativas dos mais importantes períodos da história da Terra e da evolução da vida (Paleozoico, Triásico, Jurássico e Cretácico), uma nova área de Monstros Marinhos, recentemente adicionada (em 2019), e uma área de atividades onde os mais pequenos podem fazer escavação (agora encerrada devido ao Covid-19). É também nesta área que está o restaurante e a loja de recordações. Todas as áreas têm percursos sinalizados, mas penso que poderiam estar um pouco mais delimitadas ou melhor sinalizadas para se começar sempre pelo período mais antigo e ir andando até ao período mais recente.

Encontrámos várias pessoas a fazer o percurso ao contrário e assim era mais difícil manter o distanciamento social, uma vez que tínhamos de nos cruzar, e apesar de ser tudo ao ar livre e não ser obrigatório o uso de máscara, o parque aconselha a usar sempre (mas nem toda a gente liga aos avisos).



Por todo o parque é possível encontrar mesas de piquenique à sombra e caixotes do lixo, mas só há casas de banho junto da área principal, interior e exterior.

A visita fez-se toda em cerca de 1h30, 2h, fomos lendo todas as placas explicativas de cada dinossauro, sendo que não são demasiado descritivas e são interessantes para qualquer faixa etária, até o mais novo se interessou em ler muitas das informações que lá estavam. Outra das atividades interessantes que ajuda a provocar mais interesse na exposição, é o pequeno questionário em formato de raspadinha, sobre os temas da exposição, que nos faz procurar as respostas corretas em todo o lado. No final, troca-se o questionário por uma surpresa para as crianças.



A questão da alimentação, foi para nós relativamente fácil. Levámos uma mochila com uns snacks e água para a duração da visita e depois fomos para uma das praias nas redondezas (há muitas por onde escolher) e almoçámos por lá o que tínhamos trazido de casa. Um ótimo programa para dias de sol e bom escape de sítios com mais concentração de pessoas nestas alturas de pandemia, já para não dizer que é de baixo custo.

O preço dos bilhetes não é nada caro e ainda estão disponíveis variados descontos, um deles sendo o de compra online antecipada. Visitem o site para mais informações.

Então, o que este parque prometia também o cumpriu, quatro adultos e uma criança, todos satisfeitos com a visita no final. Talvez a repetir se aumentarem a exposição, mas sem dúvida que vale a pena.

 


The mythical Dinoparque, at Lourinhã, was already promised to the family’s youngest, my dear 7-year-old nephew. As he loves dinosaurs for such a long time and the park had a very good program, the visit finally happened this September at a weekend. There weren’t that many people there, but i still would have preferred to visit on a week day, so we could be there more freely and my nephew could run a lot more.

At Dinoparque you can see more than 180 life size dinosaurs and it’s divided in 7 main spaces. It starts with an initial fossil’s exhibition and the dinosaurs that were found in Portugal, like the Lourinhasaurus and Miragaia, then you have 4 areas representing the 4 more important history of Earth and life evolution periods (Paleozoic, Triassic, Jurassic and Cretaceous), one new space of Sea Monster, recently added (in 2019), one activity area, where the children can experience one excavation (now closed due to Covid-19). It’s also in this area that you can find the restaurant and the gift shop. All areas are signalized but I think it can be even better marked so everyone could start from the older times to the most recent periods. We found several people doing it backwards and it was challenging to avoid the other people and keep our distance, as we had to cross the path. Despite being everything open air, and it’s not compulsory the mask use, they still recommend it everywhere, but again, not everyone respects it.

You can also find picnic tables everywhere around the park and trash cans, but restroom areas only by the main entrance, inside and outside.

The full visit took us about 1h30 to 2h, we read all the signs for every dinosaur, they are not super descriptive and they’re appealing for any age, even the youngest one was interest in reading most of the information there. Another activity that kept us even more interested was a small quiz that we had to fulfill and look for the answers during the visit. In the end you exchange the quiz for a small surprise for the children.

About the food, it was easy for us. We took a small backpack with snacks and water for the visit and when we finished, we went to a beach around (there’s plenty of the to choose) and we had lunch there, we had brought food from home. A great program for a sunny day and it’s good to avoid places with more people in these pandemic times. And, it’s low cost.

The ticket’s price is very affordable and there’s still some discount prices, like buying the ticket online previously. Visit the website for more information.

So, the park sold it and delivered it. Four adults and one child, all happy with the visit. We would visit again if they added more exhibitions and it’s obviously a must go.

228 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Tens perguntas?

  • instagram

Segue-me no Instagram

Thanks for submitting!

Iceland
Home: Contact
bottom of page